sábado, outubro 13, 2007

Beleza da nova Igreja foi consensual entre peregrinos que assistiram à sua inauguração

«Isto esmaga» , disse Rui Ferreira instantes depois de entrar na nova igreja e ver a grande nave central do templo, com 125 metros de diâmetro.

«É uma grandiosidade imensa e sentimo-nos tão pequeninos», acrescentou, visivelmente emocionado.

Lúcia Colombo concordou e foi mais longe, considerando que o novo templo é «acolhedor» mas coloca o crente numa «posição humilde» perante Deus, até pela «beleza intensa» das obras de arte.

«As pessoas precisam de estar confortáveis para rezar na sua fé» e o «Santuário fez muito bem ao fazer esta igreja», afirmou Maria Teresa Conceição, de Lisboa.

Também os convidados de outras religiões manifestaram a mesma opinião, como Alexandre Bonito, sacerdote ortodoxo que esteve em Fátima em representação do Patriarcado de Constatinopla.
Fonte: SOL

"SINTO QUE VOU ADORAR" (Ana Silva, Doméstica, 58 anos)
“Venho cá todos os anos a pé, por devoção. Desta vez tive de vir de camioneta para ver a nova igreja. Não sei porquê mas sinto que vou adorar. Fátima precisava de uma coisa assim.”

"FÉ NA BELEZA DA IGREJA" (Adelaide Caramelo, Doméstica, 57 anos)
“Pensava que nunca conseguia vir a Fátima, porque sou pobre. Consegui agora porque fui convidada por um grupo de amigas. Tenho uma grande fé na beleza da nova igreja. Quero levar dois terços e água benta.”

"ESTÁ BEM ENQUADRADA" (Hernâni Viveiros, Bancário, 57 anos)
“Venho todos os anos em Maio e Outubro, desde 1983. Mesmo sem a inauguração vinha, porque marco sempre férias para esta altura. A igreja está bem enquadrada e espero que seja digna do sítio onde estamos.”

"VAI TRAZER MAIS PEREGRINOS" (Serafim Neves, Pedreiro, 47 anos)
“Há 30 anos que venho em peregrinação a Fátima em Outubro. Tinha muita fé na Nossa Senhora e agora ainda tenho mais. É uma coisa bonita que vai trazer mais peregrinos à Cova da Iria.”

"DÁ MAIS CONFORTO" (Adelino Coelho, Reformado, 65 anos)
“Foi um dos grandes investimentos que fizeram, muito importante para dar mais conforto aos peregrinos, principalmente no Inverno. Costumo estar no estrangeiro, mas sempre que posso venho a Fátima.”

"TEM PARTES MAL APROVEITADAS" (Rosa Fonseca, Desempregada, 18 anos)
“Venho a Fátima há cinco anos porque me sinto cá bem. A nova igreja está bonita, mas há partes que estão um pouco exageradas e mal aproveitadas. Mas vai chamar a atenção e atrair mais pessoas.”
Fonte: Correio da Manhã

1 comentário:

  1. Parece ser também ser consensual a estranheza dos peregrinos perante os Cristos: o da Cruz Alta e o do Altar...

    Também já é possível tomar noção da problemática do acesso à Igreja: as pessoas acumuladas nas portas, os empurrões, os protestos... É um problema comum a qualquer espaço fechado que seja muito concorrido (lembro-me, por exemplo, do caso dos estádios). O ordenamento e a fluidez do acesso terão de ser melhor estudados.

    Outro pormenor que parece não ter sido previsto de antemão: o culto à estátua de João Paulo II. As primeiras reacções dos peregrinos permitem descortinar que a referida escultura se vai tornar rapidamente um dos alvos preferidos da devoção das pessoas, com tudo aquilo que vem atrás: esfregar a imagem, colocar velas, deixar flores e outros objectos...

    ResponderEliminar