segunda-feira, junho 21, 2010

O Papa condena energicamente o carreirismo no clero

“Quem aspira ao sacerdócio para um crescimento do seu próprio prestigio pessoal e do próprio poder compreendeu mal na raiz o sentido deste mistério”.

“O sacerdócio nunca pode representar uma maneira de atingir a segurança na vida ou de conquistar para si uma posição social”. A ambição e o sucesso fazem com que o padre seja “sempre escravo de si mesmo e da opinião pública”. “Para ser considerado deverá adular; terá de dizer aquilo que a gente quer ouvir; terá de se adaptar às modas e às opiniões e assim privar-se-á da relação vital com a verdade, reduzindo-se a condenar amanhã aquilo que terá louvado hoje”.

“Um padre que veja nestes termos o próprio ministério, não ama verdadeiramente Deus e os outros, mas apenas a si mesmo e paradoxalmente acaba por se perder a si mesmo”.

Fonte: Agência Ecclesia

O Papa têm vindo a denunciar energicamente o carreirismo na Igreja, desde que foi eleito e parece que muito poucos o tem escutado e seguido a suas pisadas. Digam-me o que já fizemos para que essa "pecha" não continue a destruir as relações fraternas no seio do presbitério? Será que estas palavras do Papa são para levar a sério?!!! Está na hora de os Senhores Bispos procurarem, por palavras e obras, seguir as pegadas do Pastor e discernirem como é urgente acabar com "carreirismo" no seio da Igreja.
Quem sugere medidas?

domingo, junho 20, 2010

Saramago: um populista extremista de ideologia anti-religiosa

Saramago foi um homem e um intelectual sem qualquer admissão metafísica que depositava a sua confiança no materialismo histórico, isto é, no marxismo.

Colocado lúcidamente na parte da "cizaña" no evangelho do campo de trigo, denunciava agressivamente as cruzadas ou a Inquisição, esquecendo propositadamente os 'gulags', as purgas, os genocidios, dos 'samizdat' culturais e religiosos dos seus corregilionários.

Ao analisarmos a novela "O Evangelho segundo Jesus Cristo" (1991), uma obra "irreverente", chegamos facilmente à conclusão de que esta é um "desafio à memória do Cristianismo" e percebemos que ele não percebe nada do que é "salvar".

No que diz respeito á religião, atada como esteve sempre a sua mente por uma desestabilizadora intenção de tornar banal o sagrado e por um materialismo libertário que quanto mais avança nos anos mais se radicalizava, Saramago nunca se deixou levar por uma incómoda simplicidade teológica.
Um populista extremista como ele, que, ao longo da sua vida, procurou dar resposta ao porquê do mal no mundo, deveria ter abordado em primeiro lugar o problema de todas as erróneas estructuras humanas, desde as histórico-políticas às sócio-económicas, em vez de saltar apressadamente para o plano metafísico.
Porque não o fez? Afinal era um defensor de ditaduras comunistas... inimigo das liberdades (expulsou os jornalistas do JN - trabalhadores) e amigo dos ditadores de esquerda e comunistas...
Era débil com os fortes e forte com os debeis.
Porque quis ganhar dinheiro, ofendendo e insultando?
Porque não ficou sepultado em Espanha, como desejava?
Será um herói que merece estar no panteão nacional?
Devemos estar loucos, quando ouvimos atribuir-lhe este qualificativos:
"exemplo de compromisso, defensor dos direitos humanos, lutador pela justicia, referente ético".

terça-feira, junho 08, 2010

"La ultima cima" um filme que se vai estrear em + 50 salas graças à aclamação popular

Trailer do filme "La última cima" EM +50 SALAS DE TODA ESPANHA.......... GRAÇAS A TI

Pablo, sacerdote, sabia que iria morrer jovem e desejava que acontecesse na montanha. Entregou a sua vida a Deus… e Deus aceitou a sua oferta. Agora dizem que está vivo.
Pablo era conhecido e amadado por um número incalculável de pessoas, que testemunharam isso depois da sua morte
LA ÚLTIMA CIMA mostra as marcas profundas que pode deixar um bom sacerdote, nas pessoas com as quais se cruza. E provoca no espectador uma pregunta comprometedora: também eu poderia viver assim?

Inicio filme "La última cima" EM +50 SALAS DE TODA ESPANHA.......... GRAÇAS A TI
Não tinha nenhum interesse em conhecer esse padre… mas conheci-o. E passados 12 dias, morreu. Poderia tê-lo esquecido para siempre… mas fiquei curioso… e depois quis contar a sua história. Assim a minha mãe poderia dizer, uma vez mais: "eu não sei, filho, que vontade tens de te meter em confusões."

Como foi a ante-estreia do filme "La última cima" EM +50 SALAS DE TODA ESPANHA.......... GRAÇAS A TI
Novas imagens do filme e comentários das pessoas que viram a ante-estreia no dia 31 de maio no cinema Palafox de Madrid.

Temos informação abundante sobre sacerdotes pedófilos, ladrões, antipáticos... sabemos muito sobre sacerdotes que não são fiéis à IGREJA, mas muito pouco sobre a grande maioria dos padres... que são bons padres.

Queres solucionar este vazio de informação? Só tens que pedir que o filme estreie na tua cidade... aqui

sábado, junho 05, 2010

A terminar o Ano Sacerdotal


Em muitos momentos da vida tivemos a graça de poder contar com um Padre!
Hoje são eles que precisam contar connosco!
Rezemos sempre por eles!