terça-feira, novembro 27, 2007

Igreja quer rede social de Apoio à Vida

O coordenador da Comissão Nacional da Pastoral da Saúde defendeu ontem a criação de uma rede social aplicada à saúde no país, envolvendo organismos católicos, públicos e privados no apoio à pessoa ao longo da sua vida.
Neste senetido, a Igreja criou os Centros de Apoio à Vida, projecto-piloto que inclui na mesma instituição "todas as componentes ao nível da saúde, psicologia, espiritualidade e apoio religioso a cada pessoa".
A Igreja quer apoiar as familias e as mães em dificuldades: "queremos que continue a ser possivel nascer em Portugal".
"Se não houver natalidade em Portugal, os problemas que daí sobrevêm são muito grandes".
JÁ PENSASTE NISTO?

1 comentário:

  1. mais uma forma de sacar dinheiro ao estado. hipócritas!

    ResponderEliminar