quarta-feira, dezembro 19, 2007

Natal só tem sentido com Jesus (Bento XVI)

Bento XVI deixou hoje uma forte interpelação aos cristãos de todo o mundo, questionando-os sobre o sentido de celebrar o Natal “sem reconhecer” nessa celebração o nascimento de Jesus.

“Que sentido tem festejar o Natal se não se reconhece que Deus se fez homem? Os cristãos têm de proclamar com convicção a verdade do nascimento de Cristo”. É “um tesouro para todos”.

Num “mundo secularizado”, frisou Bento XVI, conceitos como os proclamados pela Igreja em relação a Jesus “verdadeiro Filho de Deus e verdadeiro Filho do homem” parecem “já não contar muito”. “Prefere-se ignorá-los ou considerá-los supérfluos para a vida, sob o pretexto de que estão de tal forma distantes que acabam por ser praticamente intraduzíveis em palavras convincentes e significativas”.

Há uma “ideia de tolerância e pluralismo para a qual acreditar que a verdade se manifestou efectivamente parece constituir um atentado à tolerância e à liberdade do homem”.

“Quando se anula a verdade, não se torna o homem um ser privado de sentido? Não nos constrangimos a nós próprios e ao mundo a aderir a um relativismo vazio?”.

“Em Belém manifestou-se ao mundo a Luz que ilumina a nossa vida e foi-nos revelado o Caminho que conduz a humanidade à plenitude”.
Fonte: Ecclesia
Tem toda a razão o Papa quando diz que o Natal só tem sentido com Jesus. Não é por causa do Pai-Natal, inventado e promovido pela Coca-cola, pela sociedade de consumo, que há NATAL, mas porque um dia em Belém, nasceu o Menino Jesus.
Agora nalgumas "presépios" deixamos de ver Jesus para vermos o Pai-Natal.
Esquecemos as raízes, as nossas tradições, para assimilarmos outras coisas (desde que não cheirem a cristianismo tudo é bom!!!). Aproveitamo-nos da situação, mas não queremos ir ao mais importante.
Qualquer dia celebraremos tudo menos o NATAL...

1 comentário:

  1. Bem, convinha um pouco mais de humildade. A festa do Natal já existia antes de Cristo nascer. E pode existir (digo mesmo: deve) também fora do cristianismo.
    Já agora, é bom recordar que a grande festa dos cristãos é a Páscoa...

    ResponderEliminar