segunda-feira, dezembro 10, 2007

Investigação Especial: Os estranhos códigos do Opus Dei


  • Membros e dissidentes portugueses contam como funciona realmente a organização mais polémica da Igreja.

  • Têm de fazer uma oração enquanto se autoflagelam uma vez por semana com uma espécie de chicote;

  • Cravam um cilicio de espigões de arame na perna todos os dias durante duas horas;
  • Não podem ir ao cinema nem ao futebol sem autorização e há uma lista de 7 mil livros proibidos;

  • As mulheres devem dormir regularmente em cima de uma tábua de madeira.

7 comentários:

  1. E esta é a melhor parte...
    Enquanto se auto-flagelam não me preocupo.
    Quando os vejo em constante investida de acesso ao poder.
    Quando continuam a impor a sua visão medieval do mundo.
    Quando os vejo posicionados em lugares como presidentes da assembleia da república, gerentes dos maiores bancos, a situação já muda de figura.
    A disputa no Vaticano com os jesuítas já começou há muito.
    Quem pôs João Paulo II na cadeira de Pedro?
    Quem assassinou Paulo I.
    Quem esteve por detrás da eleição de Bento IV? Foi o espírito por acaso??

    ResponderEliminar
  2. numa perpectiva histórica, a Opus é a "tropa de elite" que vem substituir uma outra tropa de elite que em seu devido tempo e época tão bons serviços à santa madre igreja prestou. RENOVAÇÃO!

    ResponderEliminar
  3. não se metam com são balaguer.podem queimar-se

    ResponderEliminar
  4. alma simples12 dezembro, 2007

    Nunca entendi como se fazem coisas que Jesus não pediu e se omitem as outras que Ele ensinou.

    ResponderEliminar
  5. Pois, alma simples, se eu conseguisse entender algumas canonizações e tanta importância que se dá a algumas organizações católicas, como o Opus...

    ResponderEliminar
  6. não se esqueçam que a obra é uma prelatura, uma igreja entro da igreja, pois não responem perante o papa mas perante o seu chefe. de qualquer forma quer este quer o anterior papa eram opus. azar o de joão paulo I e por isso teve de ser abatio aos cadernos pois a especialidade desta gente é negócios.a sua sede fica em manahtan, onde haveria de ser?

    ResponderEliminar
  7. Conheci pessoalmente o Opus Dei e nunca vi nada que denunciasse flagelação. Parece-me que sejam mais rumores que outra coisa, ou então coisa dos muito, muito fanáticos.

    O que mais espanta no Opus é sem dúvida o facto de serem muito selectivos quanto a filmes, livros, etc. Não digo que agora tenhamos que andar todos a ver toda a porcaria e mais alguma que sai para o mercado, mas a posição deles também é demais!

    Pessoalmente, não gostei do Opus Dei, mas devo dizer que são, de facto, muito bons no trabalho. Tenho muita pena que lhes falte abertura e espírito crítico. São muito tapados!

    ResponderEliminar