quarta-feira, dezembro 26, 2007



Duas maneiras de encarar a Igreja:
  • Alguns acham que o Papa (entre outras coisas) deve utilizar paramentos simples e sóbrios;

  • outros (entre os quais o actual mestre de cerimónias - Guido Marini) acha que o papa deve usar paramentos ornados com pedras preciosas (veja a Mitra) mesmo no dia de Natal!!!

E TU O QUE ACHAS? A Igreja deve ser para o mundo um sinal de simplicidade e sobriedade ou de riqueza e ostentação?

25 comentários:

  1. Com que paramentos celebrou Jesus a última ceia?
    Que dirão os pobres quando o Papa, usando "paramentos ornados com pedras preciosas", fala de solidariedade, justiça social, amor?

    Na minha paróquia, existem belos paramentos antigos e ricos. O sacerdote que aqui estive durante muito tempo nunca os usou. Mas chegou há pouco um padre novo, de cabeção e tudo, que os usa muitas vezes. Nunca lhe ouvi uma palavra sobre pobres, justiça social, solidariedade... Ao menos é coerente!
    Mas eu e muitos mais cristãos desta paróquia preferíamos que nos falasse mais de Jesus Cristo do que dos santos da sua devoção; mais do Evangelho do que do direito canónimo; mais da misericórdia e do amor de Deus do que das leis da Igreja; mais do amor fraterno do que da moral sexual...
    Somos uma Igreja mais do supérfluo do que do essencial...
    Júlio Carmo

    ResponderEliminar
  2. Senhor Padre.
    Não sei qual me comove mais se a sua ingenuidade se a sua ignorância...

    ResponderEliminar
  3. Eu acho que o dinheiro que entra (e não é pouco!) em Fátima devia ser gerido por alguém alheio à igreja e ser distribuido directamente por quem precisa.
    E não a pouca vergonha que se vê, e muito mais o que não se sabe.

    ResponderEliminar
  4. Queixam-se de que as Igrejas estão vazias, que as pessoas perdem a fé, e tal como os politicos acusam-nos de não participarmos...

    Imagens como essas são um insulto para quem passa fome.

    As pessoas também se cansam sabiam?

    ResponderEliminar
  5. Há razões válidas para o Papa se vestir tanto majestosamente como humildemente. Que ele siga o exemplo dos seus predecessores anteriores ao século XII e agirá correctamente.

    ResponderEliminar
  6. Religião é isto!
    A ostentação do poder sem rodeios.
    Religião, uma muleta psicológica que realmente permite a uma casta minoritária, manter previlégios, poder e o controlo sobre uma maioria que os sustenta, manipulando-os fazendo deles cegos e mantendo-os na escuridão da ignorância.
    Mas o homem evoluido não parece mais refugiar-se na sua solidão, procurando abrigo nos braços de uma figura divinizada que ele mesmo criou.
    Uma vez que o conhecimento, a liberdade explode na mente de um homem, contra este homem nada mais podem os deuses……………………..

    ResponderEliminar
  7. pedra viva dorida27 dezembro, 2007

    Essa estranha e pouco evangélica prática de querer deslumbrar em termos do mundo, quem não pode ser do mundo... Essa ostentação destroi a Palavra que é proferida..a Boa Nova é pregada aos pobres mas também é credível apenas se for pregada por quem assume a simplicidade ,o desprovimento de Jesus.
    Deixemos ao museu o q é de museu...pq a Palavra não alcança o alvo se bloqueada por ouros e pedras preciosas.

    ResponderEliminar
  8. Meus caros...
    É caso para dizer, - Santa Ignorância!-

    «Já esqueceram o velho provérbio que diz:
    O Papa de tanto dar aos pobres, acabou milionário»

    O Império que é a Igreja Católica contruiu ao longo da história foi a fazer o bem por acaso?
    Já esqueceram as cruzadas, as pilhagens, a cumplicidade com os ditadores, Hitler o Holocausto a perseguição e pilhagem dos judeus e não só?

    E ainda têm o desplante de chamar esse senhor de: SANTO padre????Sinceramente...

    ResponderEliminar
  9. crente...mas pouco27 dezembro, 2007

    «E TU O QUE ACHAS? A Igreja deve ser para o mundo um sinal de simplicidade e sobriedade ou de riqueza e ostentação?»

    A minha opinião é a de que simplicidade não impressiona!
    Eu estive em Fátima e fiz a mesma pergunta: Para quê tanta ostentação? e cheguei a essa conclusão.
    É esta a Igreja dos pobres?
    Vi os Bispos ricamente vestidos desfilando cada qual com o seu ar mais vaidoso em nítida competição ... chegam a ser ridículos!
    E perguntei-me: são estes que falam em nome dos pobres?!

    ResponderEliminar
  10. Descontando ódio visceral que alguns manifestam e falta de rigor (como se tu o que a Igreja fez ou faz fosse mal ou até pior do que fizeram muitos ateus e não vale a pena lembrar o que se passou nos países de leste, na China, na Coreia do Norte..., gostaria de ouvir a opinião de outros colegas, porque na Igreja não pensamos todos da mesma forma e há muitos que dão o seu contributo desde de dentro para mudar.
    Aquilo que me entristece é a tentativa de fazer tábua rasa ao pensarem que todos dentro da Igreja pensam da mesma forma. O fanatismo de alguns não os leva a ver para além do tempo das Cruzadas ou da Inquisição. E mesmo esses que acusam a Igreja também têm telhados de vidro...

    ResponderEliminar
  11. Eh... lá!!! O Bloco de Esquerda e os PPs ateus compareceram em horda!!!

    Na minha humilde opinião, o povão gosta de espetáculo. Se esse espectáculo for visualmente pobre eles afastar-se-ão.

    As restantes pessoas aceitariam melhor.

    ResponderEliminar
  12. fiel sim,mas com tristeza27 dezembro, 2007

    O regresso das pompas e das pedrarias faz compreender pq os monges correram para o deserto quando tal ocorreu na Roma imperial...
    E as palavras de São João Crisótomo ecoam bem fortes:Qual proveito pode ter Cristo, se o seu altar está coberto de vasos de ouro, enquanto ele próprio morre de fome nas pessoas dos pobres(S.João Crisóstomo)

    ResponderEliminar
  13. Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

    ResponderEliminar
  14. Penso que deve haver mais simplicidade, tal como Jesus tinha.

    Boas festas com Jesus!!!

    ResponderEliminar
  15. Saudações a todos os comentadores e gestor deste blog.

    É a primeira vez que participo neste blog. Sou ex-seminarista, deixei o seminario por não me identificar com a forma dos homens da igreja encaram a sua missão. Onde o que interessa é o poder, dinheiro, esquecedo-se da sua verdadeira missão de evangelizar.
    Isto só vai tirar crédito a Igreja.
    Verifico na faculdade que os jovens estão mais afastados da Igeja, devido a esta forma da Igreja estar na sociedade.

    ResponderEliminar
  16. Beleza e bom gosto no vestir não fazem mal a ninguém.
    Ostentação e vaidade opôem-se à simplicidade evangélica.
    Mas infelizmente também vemos este contra-testemunho em muitas pessoas, que não só papa e bispos.
    Na Igreja e fora dela.
    Um abraço e Ano Novo novo!

    ResponderEliminar
  17. O Santo Padre é uma pessoa muito preocupada - e bem! - com a reverência e beleza que devem estar sempre presentes no culto litúrgico. Evocar por isto uma suposta ofensa aos pobres, é próprio daqueles que andam sempre com os mesmos pobres na boca, mas de prática e concreto por eles nada fazem, quando não os prejudicam muito e gravemente.Na verdade, com tal discursata hipócrita, visam tão-só apoucar a Igreja, diminuí-la no seu decoro e dignidade, bem como desprovê-la dos meios para prosseguir os seus fins, ou seja, fazem a demagogia fácil e barata que Cristo no próprio Evangelho não hesitou em condenar. E a quem?! A Judas Iscariotes!

    ResponderEliminar
  18. Discutir se o patrão da maior empresa da indústria da fé deve usar barretes com pedras preciosas ou chapéu à bandolero; saia, saiote ou mini saia... é mesmo de quem anda a brincar aos cowbois.

    ResponderEliminar
  19. Menos fiéis a ver o Papa

    O número de pessoas que foram ver o Papa no Vaticano caiu 390 mil em 2007, totalizando 2,83 milhões.

    Pudera, como uma cara daquelas… e de sapatinhos vermelhos…

    http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=271618&idselect=21&idCanal=21&p=200

    ResponderEliminar
  20. Chapéus há muitos seu palerma...

    ResponderEliminar
  21. Estamos numa época em que vivemos de meras opiniões, por o mundo está envolto em meio a tantas desgraças existenciais. Desde que o Homem se afastou de Deus, na Idade Média, ele vive essa inquietude e se preocupa com ciosas fulgazes. O Santo Padre, o grande teologo, com certeza não se preocupa tanto com isso, apesar de ser tradicionalista. A liturgia exige uma nobre simplicidade, como dizem dos documentos.
    Devemos entregar ao mundo o que é do mundo e a Deus o que é Deus. Não julgo se é correto ou não o Papa usar mitra luxuosa, pois não tenho nehum gabarito para isso. Todavia, esquecemos das autoridades civis que gastam o nosso dinheiro bem debaixo das nossas narinas e ficamos calados aplaudindo. Tantos escanda-los e roubos e simplismente as pessoas ficam em frente a TV reclamando como se isso fosse resolver algo. E se atrevem a emitir meras opiniões de algo que nem sabem. As pessoas deveriam ler os decumentos papais, as homilias e suas cartas, basta acessar o site da santa sé, lá estará uma amostra do tesouro. Os Santos já diziam: Os pobres sao as riquezas da Igreja. Vejam quantos padres e religiosos vivem na miseria, no entanto ricos em graça. Vejam a biografia dos santos.

    Que Deus abençoe a cada um (a) e que Nossa Senhora faça com que tenhamos um coração humilde.
    Pax tecum fratens meus. Servus Dei in saecula saeculorum.

    ResponderEliminar
  22. caros amigos! espero q todos vocês tenham uma vida caritativa, que vocês tenham tirado as traves dos vossos olhos, pois falar mal dos eclesiásticos não levam a nada! Eu espero que vocês saibam das doações que o papa manda para os países que estão em dificuldades e que a igreja sempre cuidou dos pobres, em vez de ficar falando deles!

    UM abraço e Deus aneçoe!

    ResponderEliminar
  23. a Igreja é muito mais que isso padre. não será os discursos sobre pobreza que irão resolver o problema, os paramentos nada representam perto de ouro problema que é o acomodamento dos cristãos em relação às injustiças... isso sim é doloroso e cruel, ver pessoas criticando o Papa e ao mesmo tempo entrando na internet pagando alto por isso e não dando nada aos vizinhos que passam fome e isso é anticristão!!! João Maria, um agente de pastoral esclarecido!

    ResponderEliminar
  24. Um blog dígno da maioria que o comenta.

    ResponderEliminar
  25. estou a ver que os pseudo modernistas compareceram em peso para expressar a sua vontade de transformar a igreja de Cristo num acampamento de escuteiros. ao contrario do que a maioria pode equivocadamente pensar- e isto apenas desde a implementaçao da missa nova,impiedosamente imposta pelos progressistas- o culto divino, mesmo sendo de frente para o homem, é celebrado apenas e só para Deus.e a quem nos deu a vida e criou tudo o que nos rodeia, nao nos devemos dirigir como nos dirigimos a um colega ou familiar. devemos sim com a maxima dignidade que conseguirmos- e mesmo assim certamente será pouca- honra-lo com reverencia e humildade. a unica coisa que deve ser humilde quando nos dirigimos ao Criador do universo, é o coraçao, nao as vestes. nao tenhamos pois uma atitude pagã e anticristã, querendo destruir a Santa Igreja para a transformar em mais uma seita sem ordem ou uma pocilga de desarranjo. e aos mais equivocados e quem Deus nao deu o dom da inteligencia, recomendo a leitura do capitulo 28 do livro do exodo, que nao pode ser mais claro em relaçao ao que aqui no maximo de ignorancia e desprovidos de inteligencia teem comentado.

    ResponderEliminar