sábado, junho 07, 2008

Cardeal Martini lamenta inveja, vaidade, calúnia e carreirismo na Igreja

A inveja é o “vício clerical, por excelência”, e os outros pecados capitais mais presentes na Igreja são a vaidade e a calúnia. Quem o afirma é o Cardeal Carlo Maria Martini, Arcebispo emérito de Milão, 81 anos, um dos nomes mais respeitados da Igreja Catóica no mundo.
O Cardeal Martini, que ao completar 75 anos, trocou Milão por Jerusalém, está a dirigir os exercícios espirituais na sede dos Jesuítas, na localidade de Ariccia, próximo de Roma.
Segundo ele, muitos dentro da Igreja estão “consumidos” pela inveja. Alguns não aceitam nomeações de outros para Bispo e este não é o único pecado capital entre os homens da Igreja. O Cardeal contou que costumam chegar às dioceses cartas anónimas, desacreditando os seus membros. Quando estava em Milão, mandava destruir todas as cartas com calúnias.
D. Carlo Maria Martini denunciou também o vício da vaidade, precisando que na Igreja “é muito grande”.

O Cardeal italiano citou ainda o “carreirismo” na Igreja, e especialmente, na Cúria Romana, onde “cada um quer ser mais que o outro”.
Fonte: ecclesia

2 comentários:

  1. a Igreja é o corpo de Cristo ,somos nós todos e não apenas as hierarquias e por mais que a doença da vaidade possa afectar alguns dos seus membros, Cristo desposa cada uma das pedras vivas que continuam ,no meio das maiores dificuldades, a anunciar a Igreja sem mancha nem mácula de que falava o apóstolo Paulo.
    Maria

    ResponderEliminar
  2. Lembremos Santa Teresa d'Ávila quando disse que "esta vida não pode ser mais do que uma má noite numa má pousada".

    ResponderEliminar