quinta-feira, maio 29, 2008

Cardeal Martini pede a reforma da Igreja.

Porque sempre partilhei as opiniões do Cardeal Martini e sei que há muitos mais cardeais, bispos padres e leigos que partilham as suas opiniões, e porque sempre apreciei a sua coragem enquanto estava em funções e mesmo agora como reformado e enfermo, não poderia de publicitar e destacar esta noticia. Agradeço ao anónimo o alerta!
No Dia em que somos convidados a agarrar a corrente de oração pela santificação dos sacerdotes também poderiamos unir-nos ao Cardeal Martini para pedir a reforma da Igreja...

Deixo aqui alguns pontos de um artigo do jornal El Pais de 25 de Maio 2008.




O influente cardenal defende o debate sobre o celibato e a ordenação das mulheres e reclama uma abertura do Vaticano em matéria de sexo. "A Igreja deve ter a coragem de reformar-se". Esta é a idea força do cardenal Carlo Maria Martini (Turim 1927), um dos grandes eclesiásticos contemporâneos.


O cardenal pede à Igreja católica "ideias" para descutir até a possibilidade de ordenar a viri probati (homens casados, de fé comprovada), e também mulheres.
O celibato, afirma Martini, deve ser uma vocação porque "talvez nem todos têm o carisma".
Uma boa solução era que cada Conferência Episcopal fizesse um inquérito sobre o que pensam os bispos, sacerdotes e diáconos por um lado e o que pensa o povo cristão em geral pelo outro. Talvez como aconteceu com a participação na Eucaristia do Domingo.
Temos medo de saber o que pensam as pessoas?

4 comentários:

  1. Já não era sem tempo... ;)


    http://falamedefe.blogspot.com/2007/11/por-que-no-podem-as-mulheres-ser.html

    ResponderEliminar
  2. Realmente do que é que a igreja tem medo?
    porquê não interrogar o povo de Deus e chegar á conclusão de que nem todos têm carisma para o celibato, mas nem por isso deixariam de ser bons pastores, assim como as mulheres...
    gostei deste artigo.
    Bom fim de semana e abraço

    ResponderEliminar
  3. Sempre fui admirdora do pensamento do Cardeal Martini. Penso que quanto mais humana, mais divina será a igreja.

    ResponderEliminar
  4. Pe. Pedro ângelo manchini09 junho, 2011

    Pe. Pedro Ângelo Manchini

    Compartilho plenamente com o pensamento do Cardial Martini. A Igreja precisa de uma reforma urgente. No que diz respeito ao celibato, é preciso mudar a disciplina da Igreja. Deve ser opcional,não é possível que todos os padres possuam a mesma vocação celibatária. No primeiro milênio essa disciplina não era exigida e nem por isso a Igreja deixou ter bons padres.

    ResponderEliminar