segunda-feira, novembro 30, 2009

"Amar aquele por quem sentimos aversão".

"Amar alguém por quem sentimos aversão não é tarefa fácil.
Por isso devemos abrir-nos a Cristo e, perante a vaga esmagadora de sentimentos negativos, sentirmo-nos qual criança desamparada e impotente. (...)
Só este tipo de atitude exprime uma fé total na intervenção de Jesus, no facto de que será Ele que virá e, por nosso intermédio, amará mesmo aqueles que não nos são simpáticos".

in Padre Tadeusz Dajczer, Meditações sobre a Fé.

2 comentários:

  1. Amar aqueles por quem sentimos aversão é puramente um contra-senso.

    Não é possível dois sentimentos antagónicos coexistirem.

    Ou, ou...

    ResponderEliminar
  2. Perdoar com o coração quem nos maltrata, prejudica e desrespeita, desejando-lhe bem e orando por esse alguém é um acto de amor em Cristo.
    Maria

    ResponderEliminar