quinta-feira, novembro 06, 2008

A Igreja já está preparada para um papa negro

A Igreja Católica, à imagem dos Estados Unidos que elegeram um presidente negro, está, hoje, preparada para um papa negro. Quem o diz é o chefe da conferência episcopal americana Wilton Daniel Gregory, ele próprio um «afro-americano».

A eleição de Barack Obama «representa um grande passo para a humanidade, um sinal de que nos Estados Unidos a questão da raça e o problema da discriminação foram ultrapassados», alegrou-se Monsenhor Gregory, o primeiro negro a dirigir a Igreja americana.

«A Igreja, em si, também já deu passos impressionantes», acrescentou, destacando o carácter cada vez mais «internacional e cosmopolita» da Cúria, o órgão administrativo da Santa Sé, que governa a Igreja no Vaticano.

Eleger um papa negro e principalmente africano «é certamente possível. Graças à sabedoria dos cardeais, isso poderia acontecer no próximo conclave» (após a morte de Bento XVI), estima Monsenhor Gregory.

Wilton Daniel Gregory, 60 anos, oriundo de Chicago, foi eleito em 2001 presidente da conferência episcopal americana.

Fonte: Sapo

3 comentários:

  1. Este pots apanhou-me mesmo pelos fundos . . .
    Então não é que eu na minha Santa Ignorância estava convencidíssima que o Espírito Santo Iluminava suas Reverências na escolha do futuro prelado e afinal é precisamente o contrário?!

    Crescer e aprender . . .

    ResponderEliminar
  2. A Igreja, infelizmente e como sempre, continua a reboque de tudo e de todos.

    Branco, preto ou amarelo, afinal, quem decide não é o Espírito Santo??

    ResponderEliminar
  3. mas... já não existe um papa negro?

    ResponderEliminar