segunda-feira, novembro 10, 2008

Igreja demite padre casado e com cinco filhos

A Igreja Católica suspendeu em 1988 o padre Osiel Luiz dos Santos por ter se casado com Cledma Maria de Castro. A demissão foi decidida pelo tribunal eclesiástico da arquidiocese em maio de 2008 e porém só foi divulgada em Outubro.
Ele diz que nunca escondeu dos fiéis que era casado e que tem filhas.
“Ele nunca enganou ninguém. Todas as vezes em que vai celebrar um casamento, um batizado, diz sempre que é casado, apresenta a esposa e os filhos”.

Este imbróglio ocorre em um momento em que o Vaticano é pressionado em todo mundo para acabar com o celibato e permitir a ordenação de mulheres.

3 comentários:

  1. Outra vez a conversa dos padres casados e da ordenação das mulheres??

    Afinal, estão a ir pelo mesmo caminho que seguem os ateus esquerdistas: quando os resultados dos referendos, nomeadamente no caso do aborto, não lhes são favoráveis, não desistem enquanto não conseguirem os seus intentos - tantos referendos quantos os necessários até que o povo, após ter a cabeça mais que lavada, vote a favor.

    Assim é neste caso: bater, bater, insistir até os padres casarem e as mulheres serem ordenadas e a Igreja vire a palhaçada total.
    Amém.

    ResponderEliminar
  2. Mas então a Igreja é ou não é a favor da Família???

    ResponderEliminar
  3. Qual é a sociedade que quer padres casados e mulheres ordenada? A mesma sociedade que legaliza aborto, mata os velhos, aposta-se na eutanásia, desenvolve mais estudos para métodos contraceptivos do que para tratamento de muitas doenças... Dá que pensar... Eu nem penso... Não tem qualque valor

    ResponderEliminar