terça-feira, setembro 27, 2011

A liberdade religiosa uma emergência humanitária

“A intolerância, a discriminação e a perseguição dos cristãos de hoje é uma emergência humanitária que nos afecta a todos. Um problema para a sociedade civil”.
                                                                                                           

“No livro World Christian Trends AD 30-AD 2200, o investigador David Barrett fixa o número dos mártires cristãos no mundo em 70 milhões, 45 milhões dos quais no sec. XX. Calcula-se que na segunda década uns 105.000. Isto significa um mártir por cada cinco minutos. Assassinados não por razões bélicas mas por motivos religiosos”.

"Entre os assassinos destaca-se o fundamentalismo islámico, por exemplo no Paquistão, a apostasía implica a pena de morte e considera-se uma blasfémia não acreditar no Islão. Referindo-se a isto, Introvigne recordou outros 34 casos de condenação à morte semelhantes ao de Asia Bibi. Ainda que haja também regímes comunistas, como o de Corea do Norte ou China. Para além de nacionalismos religiosos como na India e Indochina".
                                                                                                                     Massimo Introvigne

Sem comentários:

Enviar um comentário