sábado, abril 25, 2009

O ideal de Abril

Hoje, Portugal continua ser um país muito injusto.
As assimetrias entre o litoral e o interior são mais que muitas.
O desnível entre classes é aflitivo.
A disparidade de salários é chocante.
Um país injusto é um país livre?

O desenvolvimento é, sobretudo, abrir oportunidades.
Que desenvolvimento há num país onde o salário médio é tão baixo, onde as listas de espera na saúde são tão extensas, onde ainda há pessoas que não sabem ler, onde o consumo de jornais e de livros é tão reduzido?

O ideal de Abril é belo, é cristão.
Não o deixemos amordaçar.
Nem adiar.

2 comentários:

  1. eu tinha 6 anos quando foi o 25 de abril , e tenho pena de ver o meu pais em tao grave crise em todos os sectores da sociedade portuguesa , hoje nao se da valor a nada, ou quase nada , e quem tem principios e valores e cota. mas como dizia o poeta o sonho comanda a vida , por isso nao vamos deixar de sonhar. um abraco

    ResponderEliminar
  2. verdade estamos a ser governados por crianças, não por Homens estamos no meio de crianças, e que nada podemos fazer. O poder, podemos é virar as costas, a estes corruptos, dizer alto já basta de tanto cinismo tantos apertos de mão, no dia de eleições e sermos sugados , por trafulhas inconscientes, verdade! sim .O que dizemos aos nossos filhos o ke foi o 25 de Abril , nada temos de lhe dizer, sómente dizer o Pai e a Mãe nao tem dinheiro meu kerido filho, para te dar o ke mais precias, mais escolas e mais alimentos, estamos caminhando para o fim do mundo , o nosso Portugal esta a ser devassado por, crianças inuteis á sociedade PORTUGUESA

    ResponderEliminar