quarta-feira, janeiro 05, 2011

“A crise é só para alguns” - D. António Vitalino

“Fala-se de crise, que alguns já começaram a sentir na sua pele e a muitos outros irá bater à sua porta, mas os festejos de fim de ano, que aconteceram pelo mundo fora, deixaram a ideia do contrário”.

Muitos dos votos para 2011 centraram-se em desejos de “saúde, paz, felicidade, dinheiro”, enquanto que “muito poucos mencionavam valores culturais e ainda menos espirituais, deixando a impressão de que a felicidade e o bem-estar depende apenas do corpo, da matéria”.

“Deus, a vida eterna, a doação aos outros por amor, a amizade, a gratuidade, a oração” não fazem parte dos projectos de vida das pessoas, salientando que foi “o desrespeito pelos valores, pela moral nas relações económicas entre as pessoas, as culturas e os povos, que lançou o mundo na presente crise”.
Fonte: Agência Ecclesia

Sem comentários:

Enviar um comentário