terça-feira, julho 13, 2010

Divórcio pode ser contagioso

Se tem amigos que se separaram, então tem 75% de hipóteses de tal também lhe acontecer

Pesquisadores da Brown University entrevistaram mais de 12 mil pessoas para apurar as causas do divórcio e deduziram que o efeito dominó é um dos principais impulsionores.

Rose McDermott, responsável pelo estudo, afirma que os divórcios são contagiosos e espalham-se pelos círculos familiares, sociais e profissionais.

“Os resultados vão além da relação íntima pessoa-a-pessoa e sugere um efeito pessoa-a-pessoa-a-pessoa”, afirmou McDermott. Ou seja, o amigo pode influenciar o seu marido.

Estatisticamente existe um aumento de 75% de hipóteses de um divórcio quando uma das duas pessoas do casal teve contacto com alguém que se divorciou.

No caso do “amigo do amigo”, o aumento é de 33%, mas se for “amigo do amigo do amigo” já não há influência possível, revela o estudo.

13 de Julho de 2010
Fonte: Sapo.pt

7 comentários:

  1. Eu faço voluntariado junto dos sem abrigo, qual a probabilidade de acabar a dormir nas ruas?

    ResponderEliminar
  2. A teoria do contágio ou a da propagação por osmose não são verdadeiras. Basta que haja um caso em que isso não se verifique para que a pretensa teoria não tenha validade científica.
    Conto entre os meus amigos um elevado número de padres e seminaristas (de que me orgulho), mas garanto que não corro o risco de vir a ser padre.

    ResponderEliminar
  3. Quem ficar muito tempo junto ao Sacrário, em oração, corre o risco de ser "contagiado" por Deus?

    ResponderEliminar
  4. Se o divórcio não fosse um drama e o pseudo estudo tão patético, até dava para vos levar a sério. Assim...

    ResponderEliminar
  5. é tão contagioso quanto o casamento. se repararem num grupo de amigos, começando a casar os outros seguem-no.

    olho à minha volta e vejo muita gente a pular a cerca, a acabar casamentos com poucos e com muitos anos.

    não interessa se existem filhos ainda pequenos. faz-me alguma confusão.

    penso que deve existir algum contágio.

    desconfio que num futuro não muito próximo as pessoas se juntem para acasalar e seguem a sua vida. mais ou menos como os pinguins.

    ResponderEliminar
  6. Também podem fazer como o Ronaldo. Encomendam um filho loiro de olhos azuis, com estofos em pele e jantes especiais de 16 polegadas.

    É o pugrésso...

    ResponderEliminar
  7. Humm...

    Tenho que fazer fazer uma triagem no meu círculo social...

    (Mas não me admiro nada que seja um factor a assinalar ainda que não muito marcante)

    ResponderEliminar