sexta-feira, outubro 02, 2009

Bispo de Aveiro fala de tempos difíceis para os padres

D. António Francisco dos Santos, Bispo de Aveiro, considerou que “a vida consagrada e o ministério sacerdotal se vivem hoje em condições particularmente difíceis”, destacando os “contextos de mudanças culturais complexas e de transformações sociais profundas”.

O prelado, que é presidente da Comissão Episcopal de Vocações e Ministérios, desafiou os padres e consagrados a serem “guia da transformação cultural da sociedade”, evitando uma atitude de “quem se assume como vítima dos constrangimentos do tempo”.

Na homilia da ordenação sacerdotal de um novo padre dehoniano, que decorreu Domingo em Esgueira, D. António Francisco dos Santos sustentou que “o mundo precisa que sejamos padres santificados pela graça e pelo esforço de perfeição como padres fiéis e felizes, espelhando em vidas dadas por amor à causa de Jesus a alegria e a esperança do serviço que prestamos ao mundo”.
Fonte: Agência Ecclesia
“A vida do sacerdote hoje não se mede pela omnipresença em tudo a braços com o excesso de trabalho e com a multiplicidade de actividades”, disse ainda.

1 comentário:

  1. Pode até ser que a sociedade tenha tido suas transformações... Mas quando leio a situação do Clero por ocasião do Concílio de Trento, existem dificuldades que sempre fizeram parte da vida do clero, um deles é o carreirismo...

    ResponderEliminar